sábado, 24 de setembro de 2016

DEBATE - DEVE DEFINIR ELEIÇÕES

              As eleições municipais serão realizadas no domingo que vem.
              No mundo moderno das " redes sociais e da interneth" tudo acontece em segundos.
              A velocidade das informações é tão rápida e seus efeitos surpreendentes.
              Principalmente com relação aos fatos politicos, que exigem definições pessoais.
              O voto é secreto e uma incógnita, para aqueles que lutam para conseguí-lo.
              E os telefones e smartphones são o meio de comunicação que os jovens utilizam.
              E foram estes jovens que solicitam à Jovem Som FM que promovesse o debate.
              Debate entre os candidatos que devido à pouca exposição pública não mostraram o pretendido.
              No dia 28 em cadeia radiofonica com as 3 emissoras transmitindo do auditório da AM, será palco decisivo para a definição de quem pode ser escolhido no domingo que vem.
              É uma oportunidade unica para Duran e Garcia mostrem de corpo presente, se podem contar com o apoio dos que vão escolher o próximo prefeito.
              O confronto direto desnudará os dois candidatos, que no momento da respostas às perguntas formuladas não poderão tergiversar, prometer, exaltar a sí mesmo, enfim não poderão fugir da realidade.
              0 debate em um processo democrático, é o melhor meio de exposição das idéias, dos planos, das politicas a serem adotadas.
              É uma oportunidade para deixar gravada a intenção dos politicos envolvidos, que no futuro não poderão negar aquilo que disseram de viva voz.
              Enfim, teremos alguma "luz" sobre esta campanha opaca e difusa que estamos tendo em Presidente Venceslau.
              Os candidatos devem compreender que o povo eleitor espera muito mais deles, e que não podem ficar ocultando fatos e nem as suas pretensões de governo na dministração municipal.
              Daí, a nossa manchete - debate - deve definir eleições servindo como orientação pata aquilatar os candidatos Garcia e Duran.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

FAMILIA MATSURA - O VALOR DA INICIATIVA PRIVADA

                 Certa vez, escreví que pelo numero de pessoas que emprega, pelos recursos que recebem, taxas, impostos e repasses os poderes públicos, fazem muito pouco.
                 Tento justificar - os cargos públicos são hoje o " sonho de consumo" da maioria das pessoas que estão preocupadas com situações pessoais:
                 Procuram através de concursos, - uma forma louvável - ingressar na carreira pública:
                 Também se utilizam da "bondade" de políticos, para exercerem cargos comissionados e bem remunerados dentro das administrações públicas para terem uma vida melhor.
                 Exemplos não faltam de artificios pelos quais "figurinhas carimbadas" estão sempre "empregadas" ao lado de politicos poderosos.
                 Também é digno de registro o fato de que uma " profissão", principalmente nas médias e pequenas cidades, onde um sem numero de pessoas, na maioria sem nenhuma qualificação busca a eleição para vereador.
                 O trabalho, é pouco uma vez por mês ou por semana e a remuneração é alta.
                 Sendo vereador, adeus ao trabalho duro e que realmente é digno.
                 Faço tais considerações, que certamente não está agradando a muitos, para estabelecer um paralelo entre a "força de trabalho" dos que pendurados no poder público e os que prestam serviços na iniciativa privada.
                0s primeiros depois que ingressam no serviço público e ajeitam suas vidas, se esquecem de trabalhar, passam a viver nababescamente e na sua maioria não prestam os serviços para os quais foram contratados.
               Abusam de "atestados médicos" existe até um profissional da saúde que de tanto dar atestados acabou sofrendo restrições para exercer a profissão.
               É mais fácil alegar uma dor de cabeça ou cansaço para fazer menos do que nada fazem.
               Na iniciativa privada as coisas são diferentes.
               Vejam o exemplo: a família Matsura, comandada pelo pioneiro Roberto Matsura e com a visão do seu filho Marquinhos, está dando " banho" de competencia e capacidade, ao implantar em Presidente Venceslau dois empreendimentos admiráveis.
                Os prédios pré fabricados na antiga Corema na Rua Visconde Mauá, que servirá de clínica médica,, e mais 18 apartamentos para serem alugados é um deles.
                O outro empreendimento é o loteamento proximo ao trevo da Carlos Platzeck com a Raposo Tavares, onde as obras de infra-estrutura estão praticamente prontas  em tempo recorde.
               Tudo que a lei exige está sendo feito agora, para depois serem iniciadas as vendas.
                O bairro que surgirá, será dos mais modernos,sem custar nada ao erário publico.Pelo contrário, vai gerar impostos, emprego e crescimento.
                Se a Prefeitura tem cerca de 500 trabalhadores braçais, -numa estimativa - que não se vêem pela cidade, que continua suja e mal cuidada, podemos observar que menos de 30 funcionários da iniciativa privada estão realizando as duas obras da família Matsura.
                Uma prova cabal e insofismável que a iniciativa privada que tanto o PT combate, chamando de elite, é e será sempre a força que pode alavancar e tirar o Brasil do buraco em que está.....
               

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

AS ARTIMANHAS DOS POLITICOS

                       A sociologia define " o homem é um ser gregário por natureza"
                     Não pode viver isolado. Tem que estar interagindo entre sí. Cumpre um principio do Criador, que pela propria essência da vida, faz com que dependemos uns dos outros.
                     A política é uma ciência, comprovada por fatos e atos humanos decorrentes da interação que a Sociologia define.
                     Por mais que vociferamos ou dizemos odiar a " polírica" somos seres politicos, gostemos ou não.
                     São comunas as afirmações " não gosto da política " ditas por cidadãos de diferentes classes sociais. Dizem com um ar de desprezo. Na verdade praticam, sem saber, politica a vida inteira.
                   Mas, venho em defesa deles, Sou controverso.
                   A politica que eles não ostam ou dizem desprezar é aquela dos "votos".
                   Do voto, que no Brasil é obrigatório, e nos faz ter um encontro com as urnas para escolher aqueles que odiamos e nunca escolheríamos. Os partidos impõem os nomes.
                   Hoje, vivemos uma época assim.
                   O cidadão comum está cansado. Como disse Ruy Barbosa " de tanto ver triunfar as iniquidades,mentiras......chego a ter vergonha de ser honesto" em sua brilhante disssertação.
                   Pela televisão, pela rede social, pelos jornais, pela imprensa escrita e falada somos bombardeados por noticias que nos enojam e escandalizam.
                   E o mais irritante, é que os que antes diziam "ser esperança" de redenção e tinham uma cor, um corpo celeste e  um numero como referências, parodiam Ruy Barbosa " e chegam a ter vergonha (ou malandragem) de esconderem suas cores, dístico celestial e numeros na propaganda política.".
                   O eleitor poderá comprovar se observar atentamente as propagandas estampadas por coligações em Pres. Venceslau.
                   E, como denunciou o Tribuna Livre, deixam seus carros novos de uma elite que surgiu dos desmandos e da corrupção, ocupando espaços nas ruas da cidade.
                   Ficam o dia todo, estes carros novos, estacionados por seus donos nos pontos movimentados da cidade, com propaganda nos vidros servindo de painel eleitoral.
                    A Justiça Eleitoral baixou normas, pensado que a maladragem não existiria.
                   Demonstram que têm dinheiro e que os carros todos acima de 30ou 40 mil cruzeiros, podem ficar ociosos o dia todo, servindo como "muro de propaganda política".
                   São os "novos ricos", que seu locupletaram dos cargos conquistados dizendo que defenderiam os pobres e que hoje demonstram claramente que utilizaram seus proprios interesses ocupando cargos de altas remunerações no poder publico municipal.
                Se  aproveitam da politica para ganhar sem trabalhar.....São "caciques" politicos criados à custa de promessas demagógicas que não cumprem e nunca cumprirão, porque estão a serviço de partidos que visam encher os bolsos dos seus "chefes".
                 Mas, o dia 2 de outubro está chegando e mesmo que a reeleição venha para alguns, temos a certeza que  vão comer da própria refeição que fizeram nos ultimos anos..
                 Os exemplos a nível nacional estão aí, para comprovar.......

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

DEBATE – UM ENCONTRO OPORTUNO

A “DEMOCRACIA” é o governo do povo pelo povo.
As eleições representativas são a maneira dos escolhidos pelo povo, entre os integrantes de uma nação, para governarem e promover o bem estar coletivo.
É obvio que os recursos oriundos de impostos e taxas que dão aos que governam a oportunidade de procurar atingir aos objetivos.
A democracia é o regime de governo em que pode o povo exercitar o seu direito de escolha.
Cabe aos escolhidos pelas representações políticas demonstrarem às populações o que já realizaram se forem candidatos à reeleição ou que pretendem realizar se pretendem pela  primeira vez serem governantes.
Em uma época pré-votação é natural que os postulantes coloquem seus planos, ideias, programas para serem analisados e estudados.
Propostas de governo feitas em panfletos e santinhos eleitorais são frias e fazem parte de lugar comum nestas épocas.
Daí, o nosso apoio a ideia do debate eleitoral proposto pela Radio Jovem Som FM para o pleito municipal.
Será uma ótima oportunidade de os candidatos exporem, de forma clara e pessoal, tudo que
pretendem realizar em favor da comunidade.
0s eleitores poderão aquilatar as qualidades e defeito dos postulantes, eis que não será possível no confronto direto e pessoal, que “marketing” e outros artifícios escondam fatos e atos que possam mostrar erros, omissões ou propostas bem direcionadas.
Bem vindo seja o debate.

Esperamos que seja realizado e que os dois candidatos não fujam desta chance da população conhecer o que pretendem realizar por Presidente Venceslau.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

ELEIÇÕES MUNICIPAIS - OAB INICIATIVA LOUVÁVEL

                               O encontro promovido pela OAB no ultimo final de semana, visando eleições limpas no pleito municipal, apesar da tensão que existiu em determinados momentos, representou para este jornalista um divisor de águas.
                               Fiéis ao que ouvimos nos bastidores, colocamos aquí , que suspeitava-se de um "pacto" entre os candidatos Duran e Garcia sobre o posicionamento político em relação aos reais objetivos da disputa.
                               Até a louvável iniciativa da OAB, nenhum fato a não ser a propaganda política havia colocado frente a frente os dois candidatos e seus vices e vereadores que postulam vagas no legislativo.
                               O clima ameno existente no início como foi noticiado pela "mídia", foi logo substituido pelas críticas, quando o candidato Garcia atacou Osvaldo Mello, com quem tem rusgas e mágoas  antigas de pleito passados.
                               Segundo as noticias, Duran saiu em defesa do companheiro de chapa, e Garcia denunciou que uma "claque", possivelmente  contratada pela coligação do prefeito estava no local com camisas simbolos da campanha.
                               Certamente o fato por si só, contrariava o objetivo da reunião de "eleições limpas" em que "reforços" em atos de tal natureza, não são lícitos, pois a presença de tais pessoas configura que elas alí estão, á serviço de uma facçãopolitica e evidentemete são pagas.
                               Uma prática que pode ser até legal em termos de gastos eleitorais, mas que não são éticas evidentemente éticas.
                               A iniciativa da OAB tinha objetivos claros de "eleições limpas" sem pressões ou demonstrações de força através da presença de "claques" que todos supõem que sejam pagas.
                               Daí, para a transforação de um clima "ameno" para "tenso" foi questão de minutos necessitando de intervenção da presidente da deve ter se constrangido com o que acontecía.
                               Mas, o incidente serviu para mostrar que longe do "pacto"existe uma disputa que pode ser ferrenha, pelas palavras do candiato Garcia que não poupou críticas a administração e ao PT de Osvaldo Melo.
                               Menos mal.
                               Podemos ter nos ultimos quinze dias decisivos uma disputa limpa e saudável, que é a essência da democracia.
                                Sugerimos - que tal um debate pelas rádios e jornais não sería bem vindo.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

ELEIÇÕES MUNICIPAIS - BREVE COMENTÁRIO

                    Em postagem anterior afirmei que faria alguns comentários sobre as eleições municipais
                    Continuo com as dúvidas se não houve um "pacto" entre os dois postulantes ao cargo de prefeito, pela conjuntura que parece mostrar que o candidato de oposição através de sua empresa foi  o executante de várias obras municipais.
                   Há uma indagação será que recebeu todas estas obras ? Algumas polêmicas como o calçamento do Nico Moré, só para lembrar...
                   Hoje, dia 12 de setembro os "comissionados" e estagiários, ainda não receberam seus salários.
                  0 pagamento  do pessoal efetivo e comissionado que sempre foi alardeado em seu pagamento no ultimo dia do mês, como se foose uma virtude foi pago na  sexta-feira dia 8.
                   A sequencia "virtuosa" da atual administração foi quebrada, logo na véspera da eleição.
                   0 que será que está havendo com as finanças municipais ?
                  As "especulações" - as mais nebulosas possíveis" são feitas amiúde, sem que os vereadores da Câmara Municipal, falem alguma coisa em defesa dos funcionários.
                  Para muitos os "comissionados" que são centenas merecem ficar sem receber....Trabalham pouco, como  em uma repartição que vejo todos os dias.
                  Aliás, este "inchaço" da folha de pagamento deverá trazer dissabores futuros.
                  E a situação do IPREVEN, como está. È assunto ptoibido na Câmara Municipal.
                  O panorama político venceslauense mostra para quem, - mesmo que não queira ver - que foge à normalidade de um pleito, onde as boas intenções prevaleçam.
                  A saída da Dilma, foi um exemplo de que "o tempo é o senhor da razão".
                  Isto pode ser repetido aquí - será que o PT vai chamar de golpe ?          
         

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

                                                 AGORA, AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS
                                               
                                                 A FAIVE, com as dificuldades que a conjuntura apresenta, terminou dentro do possível. Um esforço inaudito do Presidente Marcelo Queiróz e equipe, e o título de nossa maior festa foi mantido.
                                                 Há de se ponderar, que os pavilhões de gado ficaram quase vazios, mas, isto é creditado à queda de atividade pecuária em nossa região.
                                                 A FAIVE, como já se comentou " está se transformando em um grande parque de shows e diversões, com desvirtuamento gradativo de seus objetivos iniciais".
                                                 Mas, agora com o início de setembro as atenções se voltam para as eleições municipais como em todo país.
                                                 Os candidatos aos cargos majoritários, prefeito e vice-prefeito estão definidos, com a apresentação dúbia de candidaturas que parecem o estabelecimento de um pacto para se dar legalidade ao ato eleitoral.
                                                Duran e Garcia já formaram chapa juntos e só este fato diz tudo. Para vice Osvaldo Melo parece ter se conformado de ser coadjuvante e receber um salario razoável de vice e isto está bom demais. E, ainda mais para quem pertence ao PT. O outro vice é um ilustre desconhecido e forasteiro. Podem dizer que é novidade. Sei lá.....
                                               Aliás, PSDB, PMDB, PT, têm ocupado as manchetes da corrupção no país. Afirmar que ela não existe aquí,  é temerário.
                                               Basta lembrar que o atual prefeito governou com os integrantes dos partidos ditos de oposição  aprovando tudo que foi submetido à Camara Municipal, nestes 3 anos e meio.Aliás, faça-se justiça ao PPS, que sempre foi contra e sufocado por isso.
                                               Êste é o quadro da sucessão municipal, o qual tem muito  para se comentar e que se Deus assim permitir, estarei nos proximos dias escrevendo sobre o assunto.
                                               Vamos poder verificar até que ponto pode ter sido feito um " pacto" entre os atuais candidatos aos cargos majoritários.
                                               Os programas de rádio e manifestações públicas serão a prova ou contra-prova do que se afirma amiúde entre a população.
                                               Lenha para queimar se supõe que exista, Basta apenas assoprar o braseiro.
                                               Propostas de governo também são factíveis e o povo deve analisá-las com cuidado redobrado depois da corrupção escancarada que atinge a todos os níveis da vida nacional.
                                               Muita gente fala em voto branco ou nulo.Uma opção nada democrática, mas que demonstra a insatisfação popular.