segunda-feira, 20 de março de 2017

AGRO-NEGÓCIO = A PARTE FRACA

                         0 slogan ufanista de Lula, seus companheiros petistas e politicos apoiadores, " nunca antes neste país" chegou como o tempo que é o senhor da razão.
                        "Nunca " se corrompeu, escandalizou e assustou " como na era Lula,Dilma, Temer e Cia.
                        Agora, quem é ferido gravemente é o agro-negócio, setor que mais gerou divisas para o Brasil.
                        A JBS tem suas ligações com o governo federal há muito tempo, todos sabem e talvez, com receio não dizem.
                        Os episódios de agora mostram quem serão os prejudicados: os que produzem, os que trabalham e os que consomem, além dos países que importam nossos produtos.
                         Trabalhadores certamente perderão  empregos, produtores rurais não poderão pagar suas contas, consumidores passam a desconfiar da carne brasileira  e o mundo começa a suspender as importações.
                         Tudo pela ganância dos que querem sempre ganhar mais.
                          O produtor, aquele que gera renda, consome matéria prima, dá emprego e entrega o produto acabado, pagando os mais escorchantes impostos é sempre penalizado.
                         É penalizado desde o momento em que vende seu produto, pois não é ele quem fixa o preço da mercadoria e sim o comprador opu atravessador.
                         Castigado no peso, para não dizer palavra mais pesada com balanças viciadas, na umidade dos grãos e na péssima situação das estradas, deixa pelo caminho o resultado por acreditar "neste país do  Lula", que se ufana de ser o "homem mais honesto do mundo".
                        Os seguidores do Lula estão em todos os setores da vida nacional,exercitando seus exemplos e ensinamentos.
                        No Congresso Nacional homens e mulheres defendem com argumentos pífios o "chefe" que não se cansa de aproveitar as oportunidades para proclamar sua (inocência ?)
                        Agora a "vaca foi pro brejo" para os pecuaristas, tão amaldiçoados pelos que sempre queriam mamar nas tetas gordas do governo e conseguiram na vaca do PT .
                       Devem estar contentes com resultado ,pois o ódio nunca termina e com a perspectiva
com o futuro que se avizinha de quebra geral no setor.
                       Sorte que a "carne fraca" como apelidaram o episódio, já estava morta e não foi encontrada nos  pastos deste imenso país  e sim dentro dos estabelecimentos dos que pagam e recebem propinas. envergonhando a todos nós....
                       A carne  apodrece, como estes homens que surrupiam o Brasil, um dia apodrecerão, para felicidade geral da nação.              

Nenhum comentário: